quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Só não pode ser babaca



Outro dia conversava com um amigo sobre homem ideal e confirmei pra ele aquela antiga conclusão que já tinha aqui comigo: isso não existe.

Não dá pra dizer 'homem ideal pra mim tem que ser moreno, alto e gostar de rock', porque daí vem a vida te trazendo um loiro baixinho fã de mpb que te deixa louca.

Quem vive sabe que esse lance de estereótipo é balela, mas existem algumas coisinhas que funcionam como um vale-brinde para o coração feminino.

Ok, ter barba já é consenso aqui, mas aí eu pensei que, indo além dos atributos físicos, tem uma coisa que resume tudo aquilo que o príncipe encantando tem quer ter. Ou melhor, o que ele NÃO tem que ter: babaquice.

Isso mesmo: não pode, de jeito nenhum, ser babaca. Só isso.

Mas não pensem os senhores que é fácil não ser um representante da babaquice masculina. Para ajudar, vai aqui uma listinha de comportamentos típicos de um babaca para você evitar ou então descobrir que é um (hihi):


1. Usar mulher para se gabar
Você fica com a menina, ela é gostosa e boa de cama e daí você se acha o fodão por isso e sai contando pra todo mundo do futebol, do bar, do trabalho? Você é babaca.
O contrário também é válido: ficou com a menina e de repente não curtiu e aí resolveu sair falando por aí e difamando a guria, como se a culpa de não ter dado certo fosse unicamente dela? Babaca!

2. Ser grosseio e preconceituoso
Se você achar suuuper legal ser estúpido com o garçom, contar que já mandou a professora tomar no cu, fazer piada com gay ou com mulher e não respeitar nem a sua mãe acreditando que essas pessoas simplesmente não merecem o seu respeito - ou por qualquer outro motivo - você é muito babaca. Sempre bom lembrar que piadinha tem limite.


3. Andar sem camisa

No bar, no carro, na balada. Babaca. Tal atitude só é permitida em praias e churrascos. E olhe lá: tem que estar com tudo em cima.


4. Usar abadá
Acessório - veja bem: eu disse acessório, pq abadá nem vestimenta é - somente permitido em micaretas. Fora isso, babaca.
*As regatas, como a Rosa lembrou aí nos comentários, também requerem atenção especial. Pode usar na academia, no futebol e na praia. Fora isso, cuidado, MUITO CUIDADO.


5. Burrice

Ninguém é obrigado a saber tudo sobre todos os assuntos. Ela pode querer falar do acelerador de partículas ou do último São Paulo Fashion Week e você nem saber do que se trata: isso é super aceitável. Mas o que não rola é você não saber como sair de tal situação, ficar olhando com cara de cachorro que caiu da mudança e babar: isso é muito babaca. Lembre-se: o bom-humor é uma forma de inteligência. Saiba utilizá-lo.
*Mas um pouquinho de cinema, política e música você TEM que saber, por favor, né?

6. Colocar fotos sem camisa no orkut/ facebook
Cuidado com as mídias sociais: foto sem camisa no perfil do orkut, frase do tipo "sou praieeroo, sou guerreirooo" ou "festa ontem mto booooa hein lek" no msn ou no orkut são fortes indícios de babaquice. Homem de verdade sabe dos seus feitos e sabe também a hora certa de contá-los. E sabe que, por mais que sua vida social seja uma lou-cu-ra nem todo mundo está interessado em saber.


7. Ter carro tunado
Você tem um carro rebaixado, com luz neon e R$12 mil em equipamentos de som, porque você curte o esporte. Ok. Mas daí você gruda um adesivo de uma índia de olhos verdes na traseira do carro, coloca um CD do Black Eyed Peas estourando os auto-falantes e sai de casa com os vidros abertos curtindo muito seu som, seu carro e se achando o foda: você é um babaca irremediável.


8. Tatuagem, topetinho...
Falando em índia de olhos verdes, cuidado com tatuagens! Tatuar uma índia de olhos verdes nas costas NÃO DÁ. Tatuar o próprio nome também me soa um pouco ridículo: é muito egocentrismo ou muita falta de criatividade, né. E cuidado com os cabelos. Tem mulher que gosta de cabelo curtinho, tem mulher que gosta de cabelo comprido, tem mulher que gosta de cabelo cacheado, mas mulher NENHUMA gosta de cabelo com luzes, ainda mais se vier enfeitado com um topetinho.
*Que fique claro: há tatuagens que são um charme.


9. Ser somente o seu dinheiro

Você acha legal contar que pagou R$2 mil em um tênis, mesmo que ninguém tenha te perguntado? Acha que vai atrair atenção se mostrar a carteira cheia de grana e contar que gastou R$800 na última balada? Você é muito babaca. Tem mulher que curte dinheiro sim, mas curte também um homem que sabe administrar - e gastar bem - isso, não de deslumbrados.


10. Ser indeciso
Desde onde jantar até a hora de dizer eu te amo: homem - e não só eles, nós também - tem que saber o que quer. Às vezes tudo que nós queremos é alguém que tome as rédeas da situação, que mostre que está tudo bem, que traga segurança. Quer só sexo? Então não fale que ama. Quer namoro? Então não fique fingindo que não está nem aí. Não sabe o que quer? Então deixe isso bem claro: fica mais fácil pra todo mundo.



Viu? Simples: pode ser tudo, pode ser até ruim de cama, que a gente dá um jeito. Só não pode ser babaca. Até porque, se for babaca, mesmo sendo ruim de cama vai achar que é O FODÃO.

15 comentários:

Gisela Zaffalon Bobato disse...

E é tão simples ter noção do ridículo... hahahaha

Post ótimo! :)

Rosa disse...

Você só esqueceu do quesito regata em situações fora de academia. é a morte.

auauhauhau

adorei, carol, gênia como sempre.

Rosa disse...

Você só esqueceu do quesito regata em situações fora de academia. é a morte.

auauhauhau

adorei, carol, gênia como sempre.

Carol disse...

POXAA VDD.
Vou incluir ali, junto com o abadá.

Anônimo disse...

Adorei como sempre. Abaixo a babaquice masculina! E gente, não esqueçam aqueles tipos de óculos escuros, som altíssimo e mão esquerda no volante assobiando pra vc!! Babaquice aguda!
Ellien

Tatiana Z. disse...

Desculpa, meninas, mas posso falar?
Home bão é o que pega bem.
E só! O resto é frescura...

Tem que gostar de rock, não pode usar regata, não isso, não aquilo...
BITE ME!

HAHAHAHAHAH

Quem nunca usou aquela calcinha de de vó de algodão simplesmente porque era mais confortável? Deixa eles com suas regatas, seus abadás, o que for..!

Tatiana Z. disse...

P.S.: Só concordo que os tipos 1, 2 e 9 não dá pra perder nem 5 minutos.

Daniel Polcaro disse...

Muito bacana... e o pior que, mesmo sendo representante da 'classe' masculina, admito que 90% dos nossos se enquadram perfeitamente em algumas delas.
Confesso: não somos nada, nada mesmo, sem as mulheres. Mas somos um mal necessário. E que seja recíproco.

Gisela Zaffalon Bobato disse...

Aff, Tati! Só falta vc dizer que não liga pros abadás combinados com as bermudas MUITO estampadas (aliás, Carol, vc poderia incluir essa)... kkkkk

Ah, eu sou preconceituosa mesmo e sou antibabacas. hahahahahahahahaha

Carol disse...

olha, experiência própria. o babaca pode ser gostoso, pode ter pegada boa, mas tenta aguentar por um mês. NÃO ROLA.

Vanessa Vieira disse...

Concordo com a Tati Z! gente, isso é a opinião de vcs, mocinhas estudadas, críticas, inteligentes, nós somos raridades huaha pra muita mulher homem q faz as coisas q vcs falaram eh homem dahora hauah tendeu? isso é pra mulher como nós, mocinhas de universidade pública paulistanas etc etc... e isso nem todas.
mas realmente, eu, particularmente eu rs, concordo! huahauah é tudo verdade adorei!!!

Vanessa Vieira disse...

ah, meninas, vcs colocariam meu blog na lista de blogs de vcs?
http://eagoraobrasil.blogspot.com/ eu vou colocar o seu no meu!!

Pirulito disse...

Na minha opinião, no primeiro tema, em NENHUM caso deve-se sair contando. Pode ser meio conservador demais, mas acho que o à dois é muito privado. Isso não significa que deva ser um segredo, só que tenha que ser tratado com pessoas que não espalhem.
Parabéns pelo post, simplesmente ótimo ;)

Nane disse...

Gente, realmente nada é pior que a babaquice masculina. Vale registrar aquele tipo que se faz de carente, pede colo, mas na vdd só está colocando em prática uma repetida estratégia de cantada pq simplesmente é incapaz de ficar sozinho para entender o que quer de fato.
Homem que não consegue assumir um deslize e se faz o tempo todo de perfeitinho tbém não dá... Babacas!

Tatiana Z. disse...

Ah, Gi, é que eu acho que julgar o cara de babaca pelo simples fato de usar abadá ou regata é meio preconceituoso.
Já vai logo incluindo no estereótipo do cara que se acha e que quer deixar os bração de fora! hahahah
E acho chato fazer isso...
Às vezes o cara só não liga para o que veste.

To falando porque eu já fui chata e tive meus critérios... Mas acaba que conheci tantos babacas com a [tão amadinha pelas menininhas] bermuda xadrez, que tento me livrar dos preconceitos.

Geralmente, EU não gosto de me vestir e coloco a primeira roupa que aparece na frente (se dependesse de mim, usaria todo dia a mesma camiseta branca e o mesmo jeans).
(Lógico que tem umas exceções, tem dia ou outro que quero ser menininha arrumadinha...)

Enfim, o negócio é que eu não gostaria que me julgassem pela roupa que eu uso, por isso tento não fazer isso com os outros também.
Ninguém é obrigado a gostar ou entender de moda. E o fato do cara não gostar, me faz gostar mais ainda dele.
Afinal, o cara não pode ser mais fresco que eu, né?