quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Ai, delícia


Hoje eu quero falar daquela coisa que, se usada da forma correta, deixa qualquer moleque com cara de homem. Aquele detalhe gostoso que transforma a pegada meia-boca no puro tesão. Isso mesmo, senhoras e senhoras, falemos dela: a barba.

Penso que seja unanimidade entre as mulheres com mais de 25 anos: a barba desbanca qualquer rosto lisinho. Uma barba bem mal-feita é capaz de colocar no chinelo o mais belo dos rostinhos barbeados. Falo mais de 25 porque muitas mulheres demoram a descobrir o poder do homem barbado. Há, claro, aquelas que encontram a felicidade muito antes, é óbvio, essas danadas.

E os rapazes, coitados, todos eles que se matam em academias, gastam uma grana num carro legal, investem em roupas maneiras, todos esses deveriam saber que com muito menos se conquista muito mais. (Se bem que eu acredito que o poder da barba não é para qualquer um. A barba não é somente um amontoado de pelos sobre a face, é uma atitude, e daí vem muito do charme do barbado).

Mas vamos à fundo para esclarecer aos mancebos (e convencer àqueles que são aversos à penugem) a origem de tal fascínio.

A fórmula do encanto não é simples: advém de uma soma de fatores, acredito eu. Algumas gostam do ar de desleixo, daquela coisa meio “sou um vagabundo, mas sou um cara legal”, que a barba pode dar. Outras se encantam com o ar do machão, o homem rústico, oposto do metrosexual, aquele homem que mais do que pelas palavras, te faz desejá-lo pelo cheiro, pela mão grande e ossuda, pela voz grossa. O homem que é a pura testosterona.

As mais safadas se deliciam ao imaginar a sensação daqueles pelos roçando a nuca, o pescoço, as coxas...ui. E todas se encantam pelo desenho que a barba faz, ali, concentrada no queixo e se espalhando pelo contorno do maxilar, subindo pra perto da orelha, traçando direitinho o caminho que o boca vai percorrer.

Meninos, não se iludam: os comerciais de aparelhos de barbear só querem...vender aparelhos de barbear! E para isso vale qualquer mentira, inclusive a de que vocês irão atrair mais mulheres quando tiverem o rosto barbeado.

Ok. Não basta ter barba, tem que saber ter. Existem dois pontos bons para a barba. O mínino para ser gostosa é a famosa barba por fazer. O máximo - ponto limite entre o homem gostoso e o papai Noel - é quando os pelos pinicam ao primeiro toque, mas logo se dobram, causando uma sensação entre o incômodo e a maciez. (Aquele ponto que nos faz ter o primeiro impulso de empurrar pra longe - ai, machucou! – seguido da vontade de puxar pra bem perto: quero mais!). Ficou em dúvida? Titio George Clooney ensina, é só clicar nos links aí atrás.

Sim, sabemos que uma hora ela vai passar da medida, e daí vai ser preciso apará-la para chegar no ponto exato novamente. Faz parte. Segredinho: é uma delícia ver o rostinho recém-barbeado, sabendo que aquele é o início de um período de espera até que a tão admirada se recomponha.

Entenderam?

Então é isso, meninos. Vocês nos pedem que nos depilemos, que usemos mais saias, que saiamos nas ruas com maiores decotes. A nós, cabe somente um simples pedido: joguem a gilete fora, deixem a barba crescer.


*Tem mulher reclamando? Não liga. A barba é o radar: vai te trazer as mulheres mais gostosas, e repelir as mais nojentinhas.

8 comentários:

Anônimo disse...

sensacional!

Anônimo disse...

Marcadores: sacanagem
O livro tinha que ter sido sobre essas coisas menina! Muito bom.

Gisela Zaffalon Bobato disse...

Amigas, parabéns por este post. Vcs sempre conseguindo nos dizer a mais pura verdade!

Lady Mayfair - Carol Caran disse...

Ai, não precisava falar da barba... Tô até emocionada aqui! É isso aí meninos, sou super a favor do movimento! Barbas, já!

Rayssa disse...

"sensacional!"
"Amigas, parabéns por este post. Vcs sempre conseguindo nos dizer a mais pura verdade!"
"Ai, não precisava falar da barba... Tô até emocionada aqui! É isso aí meninos, sou super a favor do movimento! Barbas, já!"
O que mais eu posso dizer?

Alcione Ribeiro disse...

ADOREI!!!!!

Realmente uma boa barba faz muita diferença, sempre fui adepta e poucas amigas entendem esse minha fascinação.

Excelente post, vou recomendar.

Bjs

Juliana Teixeira disse...

Esse texto é o retrato da verdade, desde o título até a observação em itálico.

APRENDÃO, meninos!

Rosa disse...

eu endosso esse post com todo meu tesão!